Sunday, 5 December 2010

A complexidade das coisas simples.

Quando nascemos compramos um bilhete pra vida,
uma viagem com o destino certo e so uma saida.
Podemos tracar e ate escolher roteiros diferentes.
Mas acabamos todos no mesmo destino usando
o livre arbitrio da nossa propria mente.

A vida nos prega surpresas,
faz certas duvidas tornarem-se certezas,
Certeza que tinhamos antes, e agora nao temos mais,
traz o passado pra frente, o futuro pra tras.

As penso que te quero, as vezes penso se te espero.
As vezes penso em contar os dias, as vezes so contenho a agonia.
Te encontro em tudo que vejo, quando menos quero te desejo.
Quando penso em esquecer, e por que pensei em ti sem querer.

Por que nao arriscar no meio do caminho?
O que e mais triste que seguir sozinho?
Dizem os poetas que o amor e lindo, que lindo tambem e amar.
Mas eles tambem acreditam que amores vem e vao como as ondas do mar.

Muitos preferem a agua, ao medo de se queimar no fogo.
Esquecem que arriscar tambem faz parte do jogo.
A agua mata a sede, limpa e refresca,
O sol quente brilha e a agua se dispersa.

O fogo e perigoso, mas lapida e aquece,
Suas marcas sao eternas, enquanto a agua se esquece.
Assim sao as pessoas, como chuvas passageiras ou chamas invasivas.
Fogo que arde a vida inteira, ou agua que dura por um dia.

A beleza tem seu tempo, licao tao simples de aprender.
Diferente do que escrevo, que nao tem data pra morrer.
De todas as licoes tiradas existe uma que fica.

A rosa brota linda, morre feia e esquecida
Dura apenas alguns dias, o que chamamos de uma vida.
Um licao pra eternidade, de geracao pra geracao.
Aprendi hoje com uma rosa feia, quando ainda ontem era um lindo botao.

Ben Scheidt. 06/12/2010

Acessos

Search