Wednesday, 31 October 2007

Poesia dos Verbos

Te busco, nos meus profundos sonhos
Te vejo, onde já não há luz
Te ouço, onde o som não propaga
Te amo, teu olhar me seduz

Te quero, grita o peito baixinho
Te espero, o coração a vibrar
Te encontro, na ilusão do caminho
Te aguardo, em meu constante rimar

Te acho, na realidade da vida
Te mostro, o caminho pro mar
Te deixo, pouco a pouco ferida
Te perco, por não saber te amar

Ben-Hur Scheidt / Jan 2006

Acessos

Search