Wednesday, 21 November 2007

Inconsciência

Te peço, te quero, mas nego
Por insana inconsciência do ego
Esvaído em solidão

Te busco nos sonhos
E no peito te guardo
E carrego meu fardo
A esperar na estação

A vida corre em cima do trilho
Na viagem andarilho
Procuro o destino rumar

Te busco, no âmago da alma
Na dor, e na calma
Prometo te amar.

Ben-Hur Scheidt 10/11/2005

Acessos

Search