Tuesday, 29 April 2008

Um dia qualquer

Por muitas vezes pensamos que não
somos dignos da felicidade,
No momento em que ela apenas
pede espaço para entrar porta á dentro.
Por muitas vezes agimos como se
o mundo acabasse assim que damos
um simples tropeço, e esquecemos
que estes servem para nos deixar
mais plugados na vida.

Em outras vezes choramos pelo desespero
e colocamos a culpa na vida por tudo que acontece,
quando são ás lágrimas correntes no rosto que
embaçam as mais lindas paisagens.
Corremos o dia todo tentando mudar
o mundo e por muitas vezes esquecemos
de mudar a nossa própria vida,
de construir nosso próprio destino.

Passamos à vida inteira lamentando das desgraças que
ocorrem e esquecemos de ver as bênçãos que acontecem
como um simples pôr-do-sol ou uma noite enluarada.
Quantas vezes se quer paramos de frente pro mar e começamos
a pensar no que podemos fazer para ter uma vida melhor.

Jogamos os bons hábitos no lixo, palavras com bom dia,
obrigado, fogem do nosso vocabulário,assim como nos
entupimos de lixo em nossa alimentação.
Alimentamos nossa mente com opiniões
formadas pela mídia e ainda brigamos
Com outros quando nos dizem que somos
pessoas influenciáveis.

Enquanto a vida se torna uma loucura,
muitos enlouquecem por não saber vivê-la.
E procuram na complexidade dos fatos respostas
para as perguntas mais simples do mundo.
Será que ainda vamos viver ao menos para ter a
certeza, de que tudo que nos fora dito,
Pelos nossos antepassados tornou-se realidade?

Ou vamos vestir a camisa da humanidade e
lutar pelos direitos humanos e a reconstituição da natureza?
Vamos sentar na poltrona e acompanhar
a vida por um plasma de algumas polegadas?
Ou vamos acreditar que podemos ser
melhores cidadãos e fazer jus ao que se chama Amor?

Em cada pessoa há uma pitada da verdadeira
essência da vida, basta acreditar e fazer
do amanhã, um dia melhor que hoje.

Acessos

Search