Wednesday, 30 September 2009

Publicadas em Noticias do Dia - Record

Semana do trânsito em Palhoça

Atrações marcaram a semana do trânsito, e a comemoração do dia da árvore em Palhoça. Desde o início da semana, as principais escolas da cidade receberam programações educativas e palestras sobre o meio ambiente e trânsito. A rua 7 de setembro foi fechada, e as atividades atraíram cerca de 300 crianças que criaram cartazes, distribuíram mudas de árvores, e participaram de uma blitz educativa.

As guardas municipais Daiane Guedes e Carolina de Souza, vem há cinco anos vem desenvolvendo atividades com as crianças com o intuito de ensiná-las boas maneiras ao trânsito. Elas também foram responsáveis pela implantação do setor de educação para o trânsito, que já tem se expandido para todo o estado. As duas fazem parte do grupo teatral Cenatran, que realizou uma peça com fantoches ainda na parte da manhã.
No local foram distribuídas 1 mil mudas de plantas através da Fundação Cambirela do Meio Ambiente, (FCAM), em conjunto com a Superintendência de Trânsito. Segundo o superintendente da FCAM João Júlio Rosa, as mudas são oriundas de projetos de compensações ambientais, ou seja, árvores extraídas de áreas que serão usadas para construção ou outros fatores.

O Policial do 16° Batalhão de Palhoça, Sargento Soares, 44 anos, diz que eventos como esse deveriam acontecer com mais freqüência. “Esperamos que a população se conscientize através deste evento, a importância que tem o trânsito e o meio ambiente para o melhor funcionamento da sociedade”, completou.

Plantar para educar

Carla Fabris, 29 anos, é assistente administrativa. Ela trabalha no centro de Palhoça, e na sexta pela manhã deu uma pausa do serviço para levar seu filho Bob Bruno, de 2 anos, para participar das atividades. Carla diz que a educação para a preservação do meio ambiente, deve começar desde pequeno, fazendo as crianças se envolverem mais com a natureza.Na ocasião, ela aproveitou e junto com Bob, seu filho, levou uma muda de pitangueira e outra de goiabeira para plantar no quintal de sua casa. Ela optou por árvores frutíferas para consumir futuramente com a família. “É bom que as pessoas tomem iniciativas de melhorar o meio ambiente, a gente precisa muito”, comenta.

Acessos

Search