Wednesday, 7 October 2009

Estrago 2

Chuva continua castigando em Palhoça

A chuva continua a castigar o município de Palhoça. A forte chuva do início da semana voltou a cair ainda no inicio da noite desta quarta feira, agravando à situação de algumas comunidades. Mais pontos de deslizamentos foram detectados pela Defesa Civil, além dos que já estavam sendo monitorados nas comunidades do Morro do Gato e Morro das Gaivotas.

No bairro Bela Vista, uma pedra que fica no alto de um morro corre o risco de desabar a qualquer momento. Fragmentos menores já deslizaram na última noite devido à volta das chuvas. A situação é de alerta na comunidade. A casa que mora seu Ari Ferreira da Cruz, de 54 anos, teve que ser interditada pela Defesa Civil. O morador alega não ter para onde ir, e se recusou a deixar a área. Ari vive da coleta de papeis, e mora há 16 anos no local. “Eles querem me tirar, e mandam eu ir pra casa de parentes, mas eu não posso depender deles”, disse.

Ele contou que uma casa que ficava ao lado da sua, foi soterrada ano passado quando parte do morro desbarrancou. Samuel Rodrigo do Nascimento, 52 anos, tem um bar próximo ao local, e diz que a situação dos moradores e precária. “A Defesa Civil quer que todo mundo saia do lugar, mas se eles não arrumaram casa pra trinta famílias que estão desalojadas há mais de quatro meses, como vão arrumar pra gente”, explica.

Defesa Civil pede alerta
O diretor da Defesa Civil de Palhoça, Nelson Paiva, afirma que o município já disponibilizou abrigos provisórios para as pessoas que foram retiradas das áreas de risco, mas que alguns se negam a ficar. Segundo ele, as residências estão sob responsabilidade da prefeitura. Segundo Paiva, a Defesa Civil está dando atenção especial para as famílias que estão sob maior risco, e salienta que começaram a monitorar mais sete pontos no município totalizando dez pontos ao todo. “Qualquer alteração no meio ambiente deve ser avisado a Defesa Civil, que estaremos prontos para dar toda a assistência”, completou Paiva.

Acessos

Search