Monday, 8 February 2016

Quando eu vou embora

Sempre que vou embora, não importa de onde ou pra onde, 
Sinto como se eu estivesse perdendo algo. 
É quase que inexplicável, parece que a gente vê o presente se transformando em passado,
Momentos virando memórias, mais fotos pra ir pra gaveta, 
Mas aquilo que se sente, estou falando do sentimento de partida, despedida, até logo ou vai com Deus,  essa hora sim,  não encontro uma analogia que o explique. 
Essas idas e vindas são necessárias em nossas vidas, para que a gente saiba e entenda aqueles que nos valorizam de verdade, para que a gente cresça e aprenda que o até logo pode doer tanto quanto o adeus. São nessas idas e vindas que aprendemos, que as vezes é preciso voltar um passo atrás e mover três passos a frente, que é preciso esperar, que é preciso entender, que é preciso ter calma, que é preciso planejamento, e assim começamos a entender que o percurso da vida nos leva a lugares distantes, justamente pra entendermos o poder do adeus, a alegria da volta e o reconhecimento daquilo que se tem. 

Embora o adeus possa sempre causar um sentimento triste ou até mesmo difícil de entender, isso é fato, porém o adeus nos faz evoluir, nos faz planejar, nos faz enxergar, nos faz ser livres pra ir e vir o quanto quisermos, porque o adeus nos faz entender muito do desconhecido. 
Aqueles que procuram uma compreensão exata de fatores e respostas que a vida rotineira não pode proporcionar, experimentem o poder do adeus, ou pelo menos um até logo, e se surpreenderão com o que se pode encontrar no caminho. Ser livre, não significa estar liberto, muitos vivem numa prisão sem grades, ser livre significa ser comprometido com as coisas que amamos, mesmo tendo que nos distanciar por vezes. 

Por vezes nos tornamos refens daquilo que possuimos, e é então que percebemos que as vezes possuímos quase tudo aquilo que antes nunca tivemos e nos tornamos refem das coisas que compramos e adquirimos, nos tornando muito mais presos do que antes éramos. 
Muitos acham que a liberdade traz uma sensação de estar livre de tudo e de todos, mas na verdade a liberdade produz muitos fatores que nos comprometem. E é por causa desse sentimento de liberdade, esse sentimento de nos deixar ir e vir que certas pessoas nos dão, que sempre temos o desejo de voltar, sempre temos o desejo estar com elas. Por que liberdade parece utopia pra alguns, mas aqueles que encontram o comprometimento que a liberdade traz, não vivem um sonho, mas sim, desfrutam uma realidade muito bem embasada.

Acessos

Search